Camaradas, é já no próximo dia 7 de novembro das 15h às 18h que se realizam as eleições da Comissão Coordenadora Distrital de Setúbal.

Apelamos que participes neste processo com o teu voto!

 

Listas concorrentes

Lista A – Vê em https://reafirmarblocosetubal.weebly.com/ a moção e lista de candidatos/as

Lista B – Vê em https://www.bloco.org/transfer/LISTA_B_UM_BLOCO_MOBILIZADO_PARA_DEFENDER... a moção e lista de candidatos/as

 

 

Mesas de voto descentralizadas nas seguintes sedes concelhias:

Almada – Tv D Sancho I, nº 1, 2800 Almada

Barreiro – Av Alfredo da Silva, 9A, 2830-302 Barreiro

Moita – Rua Miguel Bombarda, nº 63-1º, 2860-461 Moita

Montijo – Rua Luís Calado Nunes, Páteo Aldegalega, Loja M, 2870-350 Montijo (Para os aderentes do Montijo e Alcochete)

Palmela – Largo de Goa, lote 32, loja A, 2955 Pinhal Novo

Santiago do Cacém – Rua da Âncora, Bairro do Pica-Pau, Banda 6 Edifício 2 Loja R/C Dto. 7500-170 Vila Nova de Santo André (Para os aderentes de Santiago do Cacém, Alcácer do Sal, Grândola e Sines)

Seixal – Rua de Binta, nº8A, 2845 Amora

Sesimbra – Largo D. Nuno Álvares Pereira, B Loja 3, 2970-662 Sesimbra

Setúbal – Rua Ladislau Parreira, nº68, 2900-174 Setúbal

 

Voto por correspondência

É admitido o voto por correspondência, desde que o boletim de voto esteja dobrado, colocado dentro de envelope fechado sem qualquer identificação, por sua vez introduzido noutro que inclua o nome completo e assinatura do aderente conforme o BI/CC, e seja recebido pela MAE até às 20 horas do dia anterior ao da votação (6 de novembro); o código de validação é enviado por sms ou, na sua impossibilidade, por contacto telefónico com a sede nacional ou por email. O voto por correspondência pressupõe a existência de um número de telemóvel válido, pessoal e intransmissível; 

Bloco Distrital de Setúbal

Camaradas, é já no próximo dia 7 de novembro das 15h às 18h que se realizam as eleições da Comissão Coordenadora Distrital de Setúbal.

Apelamos que participes neste processo com o teu voto!

 

Listas concorrentes

Lista A – Vê em https://reafirmarblocosetubal.weebly.com/ a moção e lista de candidatos/as

Lista B – Vê em https://www.bloco.org/transfer/LISTA_B_UM_BLOCO_MOBILIZADO_PARA_DEFENDER... a moção e lista de candidatos/as

 

 

Mesas de voto descentralizadas nas seguintes sedes concelhias:

Almada – Tv D Sancho I, nº 1, 2800 Almada

Barreiro – Av Alfredo da Silva, 9A, 2830-302 Barreiro

Moita – Rua Miguel Bombarda, nº 63-1º, 2860-461 Moita

Montijo – Rua Luís Calado Nunes, Páteo Aldegalega, Loja M, 2870-350 Montijo (Para os aderentes do Montijo e Alcochete)

Palmela – Largo de Goa, lote 32, loja A, 2955 Pinhal Novo

Santiago do Cacém – Rua da Âncora, Bairro do Pica-Pau, Banda 6 Edifício 2 Loja R/C Dto. 7500-170 Vila Nova de Santo André (Para os aderentes de Santiago do Cacém, Alcácer do Sal, Grândola e Sines)

Seixal – Rua de Binta, nº8A, 2845 Amora

Sesimbra – Largo D. Nuno Álvares Pereira, B Loja 3, 2970-662 Sesimbra

Setúbal – Rua Ladislau Parreira, nº68, 2900-174 Setúbal

 

Voto por correspondência

É admitido o voto por correspondência, desde que o boletim de voto esteja dobrado, colocado dentro de envelope fechado sem qualquer identificação, por sua vez introduzido noutro que inclua o nome completo e assinatura do aderente conforme o BI/CC, e seja recebido pela MAE até às 20 horas do dia anterior ao da votação (6 de novembro); o código de validação é enviado por sms ou, na sua impossibilidade, por contacto telefónico com a sede nacional ou por email. O voto por correspondência pressupõe a existência de um número de telemóvel válido, pessoal e intransmissível; 

Bloco Distrital de Setúbal

 

Vencer a Crise - Conferência Online

Bloco Distrital de Setúbal

Sandra Cunha defende mais acesso dos trabalhadores à riqueza produzida.

Sandra Cunha esteve em directo no jornal O Setubalense esta manhã, numa conversa conduzida pelo jornalista Humberto Lameiras.

Bloco Distrital de Setúbal

Responder à pandemia de COVID-19 é uma urgência que convoca todos os esforços, em primeiro lugar no reforço e na proteção dos recursos e dos profissionais do SNS. O Bloco de Esquerda tem estado na linha da frente dessa proposta, exigindo a mobilização do Estado na coordenação da resposta ao problema de saúde pública.

Bloco Distrital de Setúbal

Se é para bater palmas, façam-no pelo SNS. É por causa da sua existência que temos uma resposta montada, é nele que tratamos os mais graves e mais difíceis casos. Se dependesse das seguradoras de saúde ou da medicina privada, todos pagávamos do nosso bolso as centenas de milhares de euros que custa um internamento em cuidados intensivos, por pandemia. É isso que queremos para o nosso futuro colectivo? Se não, então está na hora de tornar o Serviço Nacional de Saúde uma prioridade nacional e investir nele a sério!

Bloco Distrital de Setúbal

Militante comunista contra a ditadura, defendeu a renovação do PCP e encontrou no Bloco de Esquerda o espaço de intervenção capaz de mudar a política portuguesa. “Tive a vida que escolhi, a vida que quis, não tenho nada de que me arrependa no que foi importante”, disse João Semedo na última grande entrevista que concedeu.

Bloco Seixal

Caro PCP:
Não entendo, por nenhum prisma possível, a tua posição em relação à eutanásia.

Bloco Distrital de Setúbal

ELEIÇÃO DA COMISSÃO COORDENADORA

CONCELHIA DE SANTIAGO DO CACÉM

 

Biénio 2017/2019

 

17 de junho de 2017

Sábado das 15:00 às 19:00

 

 

Mesa eleitoral na sede concelhia do Bloco de Esquerda de

Santiago do Cacém.

 

Bloco Distrital de Setúbal

ELEIÇÃO DA COMISSÃO COORDENADORA

DISTRITAL DE SETÚBAL DO BLOCO DE ESQUERDA

Biénio 2016/2018

 

Dia 15 de OUTUBRO de 2016

Sábado das 15:00 às 19:00

 

Mesas eleitorais nas sedes concelhias do Bloco de Esquerda de Almada, Barreiro, Grândola, Moita, Montijo, Palmela, Seixal, Sesimbra e Setúbal.

 

Enviamos as Listas concorrentes ao ato eleitoral:

 

Lista A “Unid@s para a luta toda” Vê aqui .

Lista B “Crescer pela raiz em Setúbal” Vê aqui .

Lista C “Novo curso para a Distrital de Setúbal” Vê aqui .

Lista D “Mais Bloco para uma nova dinâmica Distrital” Vê aqui .

 

DEBATE ENTRE AS LISTAS DIA 7 DE OUTUBRO ÀS 21H NA SEDE BE MOITA

(Rua Miguel Bombarda, nº63 1º, 2860-461 Moita)

 

Composição da MAE: Vanessa Sousa, Ana Lúcia Massas, Sandra Cunha, Pedro Taveira, Pedro Vilão e André Antunes.

 

Voto por correspondência 

Foi enviado hoje, 30 de Setembro, a tod@s @s aderentes toda esta informação juntamente com o kit de voto por correspondência. Se o teu kit não chegar no máximo até quarta-feira – dia 5, contacta a camarada Vanessa Sousa pelo 926904096.

Foi instaurado o uso de um código de validação de 6 dígitos, pessoal e intransmissível, que identifica inequivocamente o/a eleitor. Este código, que junto com o nome completo, nº de BI e assinatura deverá contar na Declaração de Exercício de Voto por Correspondência, será enviado por sms cerca de 14 dias antas da data das eleições ou, na sua impossibilidade, por contacto telefónico com a sede nacional ou por e-mail. Para tal, é indispensável que a sede nacional disponha do teu nº de telemóvel actualizado. É admitido o voto por correspondência, desde que o boletim de voto esteja dobrado, colocado dentro de envelope fechado sem qualquer identificação, por sua vez introduzido noutro que inclua o nome completo e assinatura do aderente conforme BI/CC, e seja recebido pela MAE até às 20 horas do dia anterior ao da votação – 14 de outubro para a sede do Bloco de Esquerda de Setúbal, situada em Largo Doutor Francisco Soveral, 18 1º, 2900-380 Setúbal.

Bloco Distrital de Setúbal

ELEIÇÃO DA COMISSÃO COORDENADORA

DISTRITAL DE SETÚBAL

 

Biénio 2016/2018

 

Dia 15 de outubro de 2016

Sábado das 15:00 às 19:00

 

Mesas eleitorais nas sedes concelhias do Bloco de Esquerda de Almada, Barreiro, Grândola, Moita, Montijo, Palmela, Seixal, Sesimbra e Setúbal.

 

aqui o Regulamento Eleitoral

 

A Comissão Coordenadora Distrital de Setúbal

Opinião

Todos sabemos que o SNS padece de um problema de saúde crónico. Chama-se desinvestimento e tem sido mantido governo após governo como parte de uma estratégia de desmantelamento do serviço nacional de saúde. Sem SNS capaz de responder às necessidades está estendido o tapete aos privados. Das gestões privadas dos hospitais públicos, às contratuatalizações para internamento de doentes, passando pelos cheques-cirurgia ou pelas centenas de milhões de euros em convenções para meios complementares de diagnóstico e terapêutica, os privados têm tido sempre a porta aberta ao lucro financiado por dinheiros públicos.

Resoluções Mesa Nacional